Gosto de ti
quarta-feira, 19 de Novembro de 2014 @ 18:27 | leave a comment?


"-Gosto de ti o suficiente para já não conseguir passar um dia sem te dizer o que quer que seja. Quando às vezes te calas, procuro por algo que me faça lembrar o teu rosto: os teus olhos, os teus lábios, o teu nariz. Quando me faltas, procuro-te. Porque gostar é mesmo isso. E, para mal dos meus pecados, eu gosto de ti. – pegou-lhe na mão e continuou – Se realmente estiveres disposta a apostar em mim, teremos de cortar o mal pela raiz. Não acredito nessa coisa de que um novo amor apaga o anterior. Não creio que as coisas sejam assim. Mas acredito que um amor verdadeiro, um amor genuíno, supera tudo."
Pedro Rodrigues